sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Caminhos


Quero sentir-me inteira. Chega de noites vazias.
Quero sentir-me aquecida. Chega de pensamentos frios.
Já não aguento mais guardar isso dentro de minha essência. Eu quero gritar...
Quero poder doar o melhor que guardo dentro de mim, a você a nós e ao que pode ser disso.
Tento evitar dizer e até admitir para a minha confusa alma, mas me sinto envolvida por este sabor;
... Teu sabor!
Eu quero exteriorizar o que sinto... Entretanto me limita a convicção dos conceitos e da muralha que construí dentro deste peito que agora se angustia ao desejar um forte e vivo abraço nesta noite!
Como serei capaz de lhe trazer? Como poderei te alcançar, quando tudo que você quer não envolve o plano e nem tão pouco o sonho de novamente poder entregar seu sentimento!
Quero, quem sabe, estar enganada sobre tudo! Porque também quero não ter medo!
Porém, minha existência traduz o medo.
Demonstro força, para mascará-lo!
Não deixo as lágrimas caírem frente a outras pessoas... Tenho vergonha, pois costumo demonstrar com risos o que minha alma grita em prantos...
Se houvesse alguma anestesia! Eis um desejo forte!
Mas esta manhã quando saí de casa, borboletas me acompanharam até o final da rua. Deve ter sido um sinal dos céus mostrando-me que sou mutável e que é tempo de renovação, de criar novas asas, de optar por ares mais leves. Literalmente sair do casulo!
Virei a esquina e decidi deixar para trás o receio de novas dores e uma voz indecifrável gritou silenciosamente em meu espírito dizendo:
- A única verdade é deixar a natureza agir voando como uma nova borboleta em seu caminho!
Não existem fórmulas mágicas, portanto encerro aqui, a minha procura pelos conceitos de exatidão e me assumo como um ser vivo natural que vive seus ciclos como deve ser, sem teorias ou moldes determinados, apenas segue em frente.
***
Ao som de:

2 comentários:

EDINALDO MILLER disse...

"demonstrar com risos o que minha alma grita em prantos..."
Você escreve verdadeiramente muito bem. E é para mim sempre uma honra conhecer grandes Escritores. (EDINALDO MILLER - Apenas Um Escritor)

Anônimo disse...

sell DfekWrKj [URL=http://www.hermes-birkinprice.weebly.com/]hermes handbags replica[/URL] suprisely HnKWXcUr [URL=http://www.hermes-birkinprice.weebly.com/ ] http://www.hermes-birkinprice.weebly.com/ [/URL]