quarta-feira, 26 de maio de 2010

Conversas Com o Nada e Pensamentos a Fora

“Quem contigo podes orgulho? Se consegues destruir o mais belo dos sentimentos? Onde estão seus fundamentos? E porque eles têm de existir? É na destruição que colocas tuas virtudes?”

Ah que noite fria! E eu preciso; necessito gritar o quanto é forte esta saudade que existe em meu peito.
Saudade do teu jeito de me olhar, me beijar, de acordar... Saudade do teu cheiro e da tua voz tímida... De todo aquele amor lindo interrompido tão repentinamente por rancor, orgulho e sentimentos que até hoje estão sem explicação.
Quanto tempo mais será assim? Quanto tempo mais seremos "inimigos"?
Vivo aqui na súplica de um dia poder olhar-te nos olhos e dizer que não interessa mais o que de ruim aconteceu, poder lhe dar um abraço apertado e demorado para dizer que fique bem e que Deus sempre o ilumine.
Será que peço demais aos céus?
Ao ver o tempo passando, a vida voando, e nada mudar; penso que todas as minhas orações são em vão... Se a fé move montanhas porque ainda não consegui desfazer este abismo que se instalou entre nós?
Às vezes acredito mesmo, que tudo foi uma grande ilusão, uma bela mentira que vivi, e que ainda me lembro com tanto amor... "AMOR", porque este sentimento me persegue?
Porque amar, quando este sentimento é tão hostilizado por aí nas esquinas a fora? Porque lhe amar, se você nunca sentiu o mesmo por mim?
Eu queria te odiar, juro! Mas quando fecho os olhos e em minha mente vem à lembrança de seu sorriso, não consigo sequer esconder o fato de que ainda não o esqueci e que quase todas as noites você está presente em meus sonhos...
Eu só queria ter a resposta de uma única questão:
- Porque você me odeia tanto assim?
Vou passar o resto de meus dias tentando encontrar essa resposta, eu preciso dela.
Queria acreditar mais em milagres e que o tempo se encarrega das situações mal resolvidas! De onde vem tantas lágrimas por algo que na verdade nunca existiu?
Sinto-me triste, alegre, impotente, não sei direito! Sinto imensas saudades só de ficar conversando até altas horas, ver teu olhar vislumbrar o brilho de ser a mais bela obra divina do universo, você é a própria obra divina de Deus!
Quis fugir para não lhe ver mais e fui colocada cada vez mais perto de ti, agora quase sempre vejo você passar, do outro lado da avenida, parece abatido, cansado... E ali estou eu, escondida atrás de uma árvore contemplando-te, pedindo aos anjos do céu que te acompanhem onde quer que vá... Fico então, presa no medo de te dizer ao menos um simples "oi", pois não posso desrespeitar seu pedido de que eu nunca mais aparecesse em sua frente! Mas por quê? Porque não podemos nem conversar?
Eu buscaria onde quer que fosse um remédio para curar isso tudo!
E quando tento te esquecer com outras maneiras paliativas, parece bom momentaneamente, mas depois vem a pergunta - A quem estou tentando enganar?
É muito fácil dizer a todos, que você é meu passado, que não lhe amo mais, que já o esqueci há tempos... É muito fácil fitar outros olhares, desejar outros corpos e dizer palavras bonitas a outras inspirações... Difícil é perceber que a mim nada disso é verdade... Mais ainda é saber que posso mentir ao mundo dizendo que para mim você não tem mais importância, porém eu nunca conseguirei me trapacear.
Assim vou levando a vida... Nestes extremos que parecem não ter fim!
Algum dia, quando eu não aguentar mais, gritarei seu nome na janela; na avenida, onde for, e você escutará minha voz dizer que hoje eu colheria pétalas de rosas de todos os jardins para forrar seu leito e perfumar sua vida.



****************************************************
Ao som de: Goo Goo Dolls - Iris

E eu desistiria da eternidade para tocá-lo
Pois sei que você me sente de alguma forma
Você é o mais próximo do paraíso que eu jamais chegarei
E eu não quero ir para casa agora

E tudo que eu sinto é este momento
E tudo que eu respiro é sua vida
Porque mais cedo ou mais tarde isso acabará
E eu não quero sentir sua falta esta noite

E eu não quero que o mundo me veja
Porque não creio que eles entenderiam
Quando tudo estiver destruído
Eu só quero que você saiba quem eu sou

E você não pode lutar contra as lágrimas que não vêm
Ou o momento da verdade em suas mentiras
Quando tudo parece como nos filmes
Sim, você sangra apenas para saber que está vivo

E eu não quero que o mundo me veja
Porque não creio que eles entenderiam
Quando tudo estiver destruído
Eu só quero que você saiba quem eu sou



Confira em:




2 comentários:

Valter Montani disse...

Lê, Passei para deixar o meu bom dia, com amor e poesia:

"Aos pássaros Deus deu o vôo e o canto, aos que amam Ele dá o sonho e o encanto. Quem ama de verdade não consegue voar,porém de tão leve espírito, chega até a flutuar"

Valter Montani

Cris disse...

Oiee Lê!
Que maravilha essa música, eu tenho a impressão que alguém já me deidcou essa música, mas não me lembro quem....
Hmmmmm, vaí ver foi algum amor perdido por aí, rsrsrs.
Qurida, seu blog tá um encanto, é sempre um privilégio prestigiar cada palavra que vem de vc.
Te love MONA! rs.
Bjuuuu♥